sábado, 18 de dezembro de 2010

sábado, 18 - 23:05

Eu realmente estou ficando louco, aonde quero chegar? Conectado ligadamente a um mundo paralelo resolvi me abrir com um falso-diário virtual. Misturando vontades inexistentes, o prazer de uma sedução que nunca será ardente, porque você assombra meus pensamentos? Eu não aguento mais meu mundo idiota, enquanto aguardo a enorme solidão que irá ser minha companheira a longo prazo. Vinte e quatro horas é pouco, eu quero vinte e cinco! Mas eu não posso fazer nada se sou fraco ao seu carinho... Talvez eu espere mais de você, algo que você não poderia dar, que ninguém afinal poderia. Como sair do seu veneno? Como deixar que os outros se aproximem sem sentir ciúmes? É como vestir meias brancas ao avesso, pois é difícil advinhar seu lado certo de começo, eu me sinto assim, ás vezes do lado certo, ás vezes ao avesso. Você me quer para sempre, eu também te quero. Só que eu ainda tenho que quebrar essa corrente que há em mim, e sair dessa furada.

3 comentários:

Kênnia Méleus disse...

Que lindo, Victor!

Maria disse...

Muito bonito!

Mayara Portugal disse...

Voava entre textos e mais textos, vaguei por blogs e comunidades, resolvi pousar aqui.
Quem diria que o lugar exato de meu pouso se trata de exatamente o que sinto agora.

Lindas palavras.